The Weekly Grind: Carlos Condit tests Elon Musk’s ‘Not A Flamethrower’, Cormier & Adesanya do shoeys

Share the joy


The life of a professional fighter isn’t all glitz and glamour.

As if getting punched, kicked, kneed, choked and twisted into a pretzel on a regular basis isn’t enough, fighters attract a general wackiness that makes their lives, well…interesting.

To commemorate these day-to-day hardships, slip-ups, pranks, and more, we bring you, “The Weekly Grind.”


View this post on Instagram

Esta oração foi encontrada por um general francês no bolso de um paraquedista morto em ação. Passou a ser a oração oficial do paraquedista militar brasileiro, conforme o Bol. Int. n° 7, de 17/01/1969, da Brigada Aeroterrestre Brasileira. Ainda que nem todos sejamos paraquedistas propriamente ditos, todos temos que “saltar” no desconhecido quase todos os dias, em atos de coragem e fé. Esta oração, portanto, nos cabe perfeitamente. Dai-me, Senhor, meu Deus, o que Vos resta; Aquilo que ninguém Vos pede. Não Vos peço o repouso nem a tranquilidade, Nem da alma nem do corpo. Não Vos peço a riqueza nem o êxito nem a saúde. Tantos Vos pedem isso, meu Deus, Que já não Vos deve sobrar para dar. Dai-me, Senhor, o que Vos resta, Dai-me aquilo que todos recusam. Quero a insegurança e a inquietação. Quero a luta e a tormenta. Dai-me isso, meu Deus, definitivamente; Dai-me a certeza de que essa será a minha parte para sempre, Porque nem sempre terei a coragem de Vo-la pedir. ‍♀️ ‍♂️ ‍♀️ ‍♂️ ‍♀️ ‍♀️ ‍♂️ ‍♀️ Dai-me, Senhor, o que Vos resta, Dai-me aquilo que os outros não querem. Mas dai-me, também, a coragem E a força e a fé Beijo meu povo ótima sexta feira…

A post shared by Anderson “The Spider” Silva (@spiderandersonsilva) on





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *